quarta-feira, 4 de maio de 2022

 

 

foto do retorno as aulas na Escola  

Nesta quarta-feira, 11 alunas apresentaram sintomas de ansiedade e passaram mal no turno matutino da escola Unidade Integrada Artur Azevedo, localizado na Avenida JK, Centro de Lima Campos (MA). Em decorrência, a Direção chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

A equipe do Samu fez os atendimentos no local e apenas uma estudante precisou ser levada para unidade hospitalar, mas passa bem. Os sintomas eram falta de ar, sudorese, saturação baixa e taquicardia, tudo isso gerado pela crise de ansiedade. Há relatos que algumas desmaiaram. As estudantes foram liberadas, após a chegada dos seus responsáveis.

 

A secretária Kyara Alves pontuou que entre as alunas que passaram mal, 10 têm registros na escola com problemas emocionais recorrentes, que se agravaram durante a pandemia; outra estudante sofre de asma e não levou a “bombinha”, gerando o mal-estar, agravado pela ansiedade.

 

Isso é mais um reflexo da pós-pandemia, o desiquilíbrio sócio-educacional, que o mundo vem enfrentando, são os mesmos desafios que os profissionais vem enfrentando para fornecer educação de qualidade com responsabilidade. A escola Artur Azevedo, como as demais escolas do Brasil, tem enfrentado esses desafios. Essa escola em especial, tem em média mais de 600 estudantes, distribuídos nos turnos da manhã e tarde; sua maior demanda é o ensino fundamental maior, ou seja, são alunos pré-adolescentes e adolescentes, oriundos da sede e da zona rural. O histórico do Artur Azevedo vem enfrentando alunos com falta de disciplina, mal comportamento, ameaças a professores, alunos que sofrem com problemas emocionais, como ansiedade. Desde o ano passado, quando assumi a secretaria, tenho notado essa problemática e estamos nos esforçando para ajudar esses alunos, numa parceria escola, família e equipes de saúde. Descarto completamente a questão da alimentação escolar. Pode-se dizer que foi “um surto de ansiedade”, que começou com uma aluna e se espalhou para as demais, porque elas sofrem com problemas emocionais”, explicou Kyara Alves.


A Prefeitura de Lima Campos, através da Secretaria Municipal de Educação, deve emitir uma nota sobre o incidente no Colégio Artur Azevedo.


Temos programas para cuidar dessa problemática junto aos alunos  e vamos emitir uma nota depois que sentar com a equipe multidisciplinar e ouvir o parecer de todos os profissionais”, finalizou Kyara Alves.


Importante a presença de familiares ou responsável para saber sobre o comportamento do aluno em sala de aula... A Escola e Família tem papel fundamental na formação do cidadão!   


Com ajuda de texto: Carlinhos do Blog       

 


0 comentários:

Postar um comentário

ARMAZÉM PARAÍBA

ARMAZÉM PARAÍBA
Sucesso em qualquer lugar!

INSTITUTO PEDREIRENSE DE EDUCAÇÃO E EXTENSÃO

INSTITUTO PEDREIRENSE DE EDUCAÇÃO E EXTENSÃO
Seu futuro começa aqui!

Clínica Santo Expedito

Clínica Santo Expedito
Sua saúde merece o melhor!

PEDREIRAS FELIZ

PEDREIRAS FELIZ
Lugar de gente feliz

VERDURÃO E HOTIFRUTI PRIMOS

VERDURÃO E HOTIFRUTI PRIMOS

Dr. Jailson Silva

Dr. Jailson Silva
Advogado

DR. MATEUS ATTA

DR. MATEUS ATTA
ADVOGADO

Novelty telecom

Novelty telecom
Lima Campos

BRASIL GÁS

BRASIL GÁS
LIMA CAMPOS

Receber Noticias

Facebook