segunda-feira, 19 de agosto de 2019
Vereador Edmilson Marques exibe, ao lado dos colegas, notificação encaminhada à Vitória Ambiental

Vereadores de Peritoró denunciaram e pediram ao Ministério Público o embargo de uma obra que está sendo executada com autorização da Prefeitura, que pode representar grave risco ambiental ao município. Trata-se da construção de uma tubulação no povoado Livramento para despejo de um líquido desconhecido no Rio Peritoró. Os membros da Câmara Municipal solicitam que o serviço seja interrompido até que a empresa responsável esclareça os impactos que serão causados ao meio ambiente pelo descarte de rejeitos no curso d’água.

           
A denúncia ao MP foi uma iniciativa dos vereadores Henrique Jansen (presidente), Edmilson Marques (secretário), Clemilson Viana (líder da oposição), Maciel de Sousa Lima (2º vice-presidente) e Sales da Itamarasom (2º secretário). Os cinco membros do parlamento municipal decidiram recorrer à promotoria depois que a empresa, especializada em coleta, transporte, depósito, tratamento e destino final de resíduos sólidos e líquidos, sanitários e hospitalares, se negou a suspender a obra, alegando possuir licença concedida pelo Município.

Vereadores pediram embargo da obra ao promotor Luís Samarone, que avaliará o caso

Em notificação encaminhada à empresa Vitória Ambiental, que executa a obra com pleno aval do prefeito Pe. Jozias (Podemos), os cinco vereadores citados questionam se a tubulação terá mesmo o Rio Peritoró como destino. Indagam ainda os legisladores qual a finalidade da tubulação, os impactos ambientais do serviço e se a empresa tem autorização dos órgãos ambientais, nas esferas municipal, estadual e federal.

Na mesma notificação, os vereadores oposicionistas alertam que é de conhecimento público que a Vitória Ambiental trabalha com transporte de lixo hospitalar e dejetos fecais, fazendo armazenamento e destinação final desses resíduos. “Defendemos a tese que um trabalho dessa natureza, que envolve segurança ambiental, deveria ser inicialmente discutido com a sociedade por meio de audiências públicas para o esclarecimento do impacto ambiental dessa atividade à natureza do nosso município”, argumental os integrantes do Legislativo municipal.
No documento, os vereadores pedem, ainda, que a Vitória Ambiental suspenda provisoriamente a obra até que os devidos esclarecimentos sejam feitos em audiência pública com participação de todas as instituições com atuação na questão: Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, Ministério Público, órgãos de controle social e a sociedade peritoroense em geral.

Na mesma notificação, os vereadores oposicionistas alertam que é de conhecimento público que a Vitória Ambiental trabalha com transporte de lixo hospitalar e dejetos fecais, fazendo armazenamento e destinação final desses resíduos. “Defendemos a tese que um trabalho dessa natureza, que envolve segurança ambiental, deveria ser inicialmente discutido com a sociedade por meio de audiências públicas para o esclarecimento do impacto ambiental dessa atividade à natureza do nosso município”, argumental os integrantes do Legislativo municipal.

No documento, os vereadores pedem, ainda, que a Vitória Ambiental suspenda provisoriamente a obra até que os devidos esclarecimentos sejam feitos em audiência pública com participação de todas as instituições com atuação na questão: Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, Ministério Público, órgãos de controle social e a sociedade peritoroense em geral.



0 comentários:

Postar um comentário

PEDREIRAS FELIZ

PEDREIRAS FELIZ
PEDREIRAS - MARANHÃO

DR. MATEUS ATTA

DR. MATEUS ATTA
ADVOGADO

ESTAÇÃO DA PIZZA

ESTAÇÃO DA PIZZA
Play Store: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.wabiz.delivery.estacaodapizza

Novelty telecom

Novelty telecom
Lima Campos

Dr. Jailson Silva

Dr. Jailson Silva
Advogado

LAVA JATO DO DJ

LAVA JATO DO DJ
LIMA CAMPOS

BRASIL GÁS

BRASIL GÁS
LIMA CAMPOS

Receber Noticias

Facebook