segunda-feira, 30 de abril de 2018

Comando Geral abre inquérito após monitorar polícias críticos a BPRv

O comando geral de polícia militar do Maranhão abriu inquérito no dia 15 de fevereiro para apurar cometários de policiais militares feitos em um grupo de WhatsApp contra ações do governo, através da BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária)
O inquérito foi aberto após o comandante receber prints de Whattsap em total espionagem aqueles militares que não concordam, com a forma que é desenvolvido o trabalho ostensivo da BPRv




   O comando geral de polícia  militar do Maranhão abriu inquérito no dia 15 de fevereiro para apurar cometários de policiais militares feitos em um grupo de WhatsApp contra ações do governo, através da BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária)
   O inquérito foi aberto após o comandante receber prints de Whattsap em total espionagem aqueles militares que não concordam, com a forma que é desenvolvido o trabalho ostensivo da BPRv.
   No inquérito, o ex comandante coronel pereira,elenca várias conversas de militares que participam do grupo “Unidos Somos Fortes”. O intuito da abertura do inquérito é para penalizar os militares que,foram também espionados pelo comando geral.
Espionagem 
Não é a primeira vez que o comando da policia militar se utiliza da prática  de espionagem, na semana passada O estado do Maranhão publicou reportagem que mostra uma designação, através do memorando, para que fosse monitorado adversários políticos do governo Flávio  Dino.
Fonte: werbethsaraiva 

0 comentários:

Postar um comentário

Rede Sociais

Receber Noticias

Facebook

Horóscopo

NOVELTY telecom

NOVELTY telecom
LIMA CAMPOS

DIST. BRASIL GÁS

DIST. BRASIL GÁS
ÁGUA É VIDA