segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Lascou! Enfermeiros da rede estadual de saúde prometem parar na próxima quarta-feira

A paralisação tem a finalidade de chamar a atenção da sociedade para a ausência de direitos mínimos, contra o assédio moral, demissões imotivadas, retaliações e as péssimas condições de trabalho a que estão submetidos os profissionais de enfermagem da rede estadual de saúde. 
A política realmente é a arte do imponderável. Quem diria que num governo de esquerda, comunista, alguém falaria em greve? Ora, não era Flávio Dino, o “redentor do trabalhadores”?
Pois pasmem! O bicho promete pegar este ano com paralisações na Saúde e na Educação, onde essas categorias estão reclamando aumentos de salários e até mesmo direitos básicos, como é o caso dos Enfermeiros da rede estadual de Saúde que com o lema “TRÊS ANOS DE ESCRAVIDÃO NO GOVERNO FLÁVIO DINO” prometem cruzar os braços na próxima quarta-feira, dia 21 de fevereiro de 2018.
Segundo informou ao Blog, Ana Léia, do Sindicato da Enfermagem, a paralisação tem a finalidade de chamar a atenção da sociedade para a ausência de direitos mínimos, contra o assédio moral, demissões imotivadas, retaliações e as péssimas condições de trabalho a que estão submetidos os profissionais de enfermagem da rede estadual de saúde.

“O Sindicato dos Enfermeiros tem denunciado nas redes sociais, já ajuizou centenas de ações judiciais na Justiça do trabalho , dezenas de audiências no Ministério Público do Trabalho, Atos Públicos para combater as ações escravocratas e impiedosas do Governo Flávio contra os sofridos profissionais, que já estão há três anos sem férias  e destituídos de todos os direitos trabalhistas. Os profissionais clamam pelo apoio e ajuda da sociedade, pois mesmo em meio ao caos, salários atrasados, perseguições continuam atendendo o chamado e o compromisso em cuidar da vida e da saúde do povo, mesmo em meio aos maus tratos sofridos por este governo”, disse Ana Léia em nota endereçada ao blog.
A sindicalista informou que nesta quarta dia 21, em frente ao Hospital Regional de Imperatriz com caminhada até o Hemomar, será realizado uma operação “PLANTÃO LEGAL”, para cuidar da vida profissional, dos direitos trabalhistas e buscar uma assistência justa, humana e responsável aos milhares de enfermeiros escravizados pelo Governo Flávio Dino, pra isso a enfermagem pede que a sociedade se solidarize e apoie suas lutas e sua dor em busca de condições dignas de trabalho.
Todos lembram o que prometia Flávio Dino em sua campanha em relação às categorias da saúde maranhense, o que fez com que todos acreditassem que atenderia pelo menos em parte  suas reivindicações acabando com a precariedade nas contratações e valorizando a classe. Ao contrario, nada  fez, piorando mais ainda a situação da classe que como já dissemos no inicio sofrem retaliações ao menor movimento reivindicatório.
É assim  o modo comunista de governar…

0 comentários:

Postar um comentário

Rede Sociais

Receber Noticias

Facebook

Horóscopo

NOVELTY telecom

NOVELTY telecom
LIMA CAMPOS

DIST. BRASIL GÁS

DIST. BRASIL GÁS
ÁGUA É VIDA