sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Barra do Corda - Laudo aponta que comerciante morreu de AVC em jaula medieval 

Jaula no pátio da delegacia não tinha cama ou banheiro

O comerciante Francisco Ferreira (foto abaixo) chegou a ficar mais de 16h em uma cela chamada de “Gaiolão” que fica na parte detrás da delegacia da cidade de Barra do Corda. Hipertenso e diabético, a vitima não teve direito a tomar medicamentos obrigatórios, água, e ficou no período da tarde sob sol escaldante de 40 graus na jaula à céu aberto, saindo apenas no dia seguinte para o caixão.

Francisco ficou 18 horas preso em jaula
O delegado Regional de Barra do Corda (MA), Renilton Ferreira, confirmou que o comerciante do setor de vidros teve um AVC (acidente Vascular Cerebral) após chegar ao uma unidade da UPA naquela cidade. Ele se envolveu em um acidente quando ainda estava sob o efeito do álcool e instantes depois foi preso.

Jaula no pátio da delegacia não tinha cama ou banheiro
Inicialmente o delegado afirmou que a cela (foto acima) era para presos ficarem provisoriamente até a autoridade decidir se ele iria para outra cela ou se liberado, o que não foi o caso.
Já o Governo do Estado, três dias depois, lamentou o episódio, disse que mandou investigar e que a cela era para banho de sol. Esqueceu apenas que, pelo tempo em que o vitima passou na tortura, era uma cela para sair tostado.

0 comentários:

Postar um comentário

Rede Sociais

Receber Noticias

Facebook

Horóscopo

Brasileirão (A)

Carregando...
Brasileirão

NOVELTY telecom

NOVELTY telecom
LIMA CAMPOS

DIST. BRASIL GÁS

DIST. BRASIL GÁS
ÁGUA É VIDA